Villas-Boas: «Mais quatro anos de carreira, um Mundial e depois outra coisa»

Villas-Boas: «Mais quatro anos de carreira, um Mundial e depois outra coisa»

Poucas semanas depois de ter participado no Rali de Portugal e de ter partilhado alguns dos planos que tem para o futuro, André Villas voltou a deixar claro que pretende terminar a carreira de treinador em breve, mas não sem antes ter a possibilidade de orientar uma seleção num Campeonato do Mundo.

«Quero mais três ou quatro anos de carreira como treinador, fazer um Mundial e depois dedicar-me a outra coisa», disse o treinador português numa conversa com os alunos da quinta edição da pós-graduação em Organização e Gestão no Futebol Profissional.

Atualmente sem clube, o técnico frisou que, ainda assim, pretende manter-se ligado ao desporto, ele que já admitiu ter o desejo de um dia ser presidente do FC Porto, e partilhou aquilo que entende ser a receita para uma boa gestão. «Quero agarrar-me ao enorme talento que temos para o scouting, ser eticamente correto e potenciar os bons gestores que temos de forma a conseguir sucesso desportivo e viabilidade económica», rematou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + onze =