US Open: Djokovic começa bem o sonho do ‘Grand Slam’

US Open: Djokovic começa bem o sonho do ‘Grand Slam’

Novak Djokovic procura no US Open o que muitos julgavam impensável: ganhar os quatro torneios mais importantes do planeta e conseguir o que já não é conseguido desde 1969, por Rod Laver. 

O australiano foi o último a ganhar Wimbledon, Roland Garros, Open da Austrália e US Open no mesmo ano. Djokovic vai ter força para isso?

Para já, o sérvio cumpriu a obrigação e eliminou o modesto Holder Rune. O número 145 do mundo ainda venceu um set, mas acabou por cair com os parciais de 6-1, 5-7, 6-2, 6-1. 

«É difícil falar do terceiro e quarto ‘sets’ porque ele praticamente não se mexia [cãibras]. Do meu ponto de vista, comecei muito bem, fiz um primeiro ‘set’ muito bom. Depois disso, não sei, estava 4-3 e a servir. Estava tudo a funcionar bem, mas de repente perdi o primeiro serviço. Mérito dele por ter lutado. Ele tinha o apoio do público. Foi difícil jogar o meu primeiro encontro, apesar de ter bastante experiência a jogar neste ‘court’, e ser a primeira vez dele», disse Djokovic no fim.

Tallon Griekspoor, 121º ATP e holandês, é o senhor que se segue no caminho de Djokovic. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =