«Sarabia? Perdeu bolas que de certeza no futuro não vai perder»

«Sarabia? Perdeu bolas que de certeza no futuro não vai perder»

Ruben Amorim, treinador do Sporting, em declarações no final do empate (1-1) com o FC Porto em Alvalade:

«O Matheus Nunes está a coxear, vamos tentar recuperá-lo para um jogo muito importante na Liga dos Campeões na quarta-feira, mas nesta altura ainda não sabemos o que tem. Só vamos fazer uma avaliação amanhã.

O Pedro Porro saiu com queixas, mas ele não fez pré-época, correu muito, fez o corredor todo, pressionou muito, foi muito ofensivo, por isso é normal que tenha queixas.

O que achei da estreia do Sarabia? Notou-se alguma falta de ritmo. A estreia também traz sempre algum nervosismo. É um jogador muito humilde, de muita qualidade, absorveu muita informação em poucos dias e tenho a certeza que perdeu bolas que no futuro não vai perder.

Se o onze do FC Porto me surpreendeu? Não. O Luis Díaz jogar na ala ou na frente, muda um pouco a forma de jogar do FC Porto, mas nós já esperávamos que eles jogassem, apesar dos quilómetros que fizeram. O Toni Martínez, sim, esperávamos que pudesse jogar, mas não fomos surpreendidos. Por isso tivemos uma primeira parte em que podíamos ter resolvido.

O Diogo Costa foi o melhor em campo? Ele está lá é para defender. Fez duas grandes defesas a remates de Nuno Santos, é normal, é um grande talento, mas não mais do que isso. Dizer que ele foi o melhor em campo… os jornalistas também já consideraram várias vezes o Adán o melhor em campo em jogos em que ganhámos, por isso não dou importância a isso.»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =