Santos desapontou Portugal não marcou mais contra o Azerbaijão

Santos desapontou Portugal não marcou mais contra o Azerbaijão

Fernando Santos sentiu que Portugal merecia vencer por uma margem ainda maior na vitória por 3 a 0 sobre o Azerbaijão nas eliminatórias da Copa do Mundo de terça-feira. Portugal somou quatro vitórias em cinco jogos do Grupo A para recuperar o primeiro lugar da Sérvia, que empatou 1-1 com a República da Irlanda. O campeão europeu de 2016 estava com dois gols de vantagem em 31 minutos graças ao voleio de Bernardo Silva e ao toque de Andre Silva. Diogo Jota marcou o terceiro golo dos visitantes a 15 minutos do fim, mas só depois de o avançado do Liverpool e André Silva terem desperdiçado algumas oportunidades gloriosas. Portugal marcou em três das 21 tentativas no total, um terço delas na baliza, e Santos ficou desapontado por a sua equipa não ter melhorado ainda mais a diferença de golos. “A única coisa que não foi boa no resultado foi a quantidade de golos que marcámos”, disse à RTP. “Quando as equipes não estão organizadas, elas têm dificuldades, correr muito atrás da bola e se desgastar. Quando têm a bola têm mais dificuldades. “Sem equilíbrio no jogo fica difícil. Sabíamos que era um jogo de paciência porque os adversários costumam defender bem. Sabíamos que uma meta inicial os forçaria a mudar. “Isso aconteceu depois do segundo gol, quando foi com um 4-3-3. Sempre buscamos o objetivo e criamos espaços para entrar, seja pelo meio ou por todo o lado ”. Jota foi responsável por cinco chutes de Portugal, acertando a rede de um dos que já haviam reclamado a assistência para o gol de André Silva. Ele agora tem oito gols em 21 partidas pela Seleção, que deixou para trás a decepção no Euro 2020 com três vitórias em três na semana passada. “Nestes três jogos, um dos quais foi um amigável, fizemos o nosso trabalho, que foi vencer cada um deles”, disse Jota à RTP. “O desempenho de hoje foi bom e o resultado também. “É disso que se trata o futebol. Você nunca deve desistir depois de faltar. Estou feliz por ter marcado no final. Sempre quero ajudar individualmente, mas o resultado é o mais importante. ” Portugal não teve o castigado Cristiano Ronaldo, que agora alinhou com o Manchester United, mas está dois pontos à frente da Sérvia no Grupo A, com mais três jogos por disputar. “Cada adversário e cada partida são difíceis e serão como uma final para nós”, disse Andre Silva. “Empatamos na Sérvia e ainda temos que enfrentá-los em nosso último jogo. “Temos que nos concentrar em nós mesmos, pois temos essas três finais para vencer.”