Ruben Amorim só perdeu um de seis jogos com Sérgio Conceição

Ruben Amorim só perdeu um de seis jogos com Sérgio Conceição

Ruben Amorim perdeu apenas um dos seis embates face a Sérgio Conceição, num duelo entre os dois treinadores que apenas se começou a jogar em 2019/20.

Sempre com Conceição de azul e branco no banco do FC Porto, Ruben Amorim somou dois triunfos em dois embates ao comando do Sporting de Braga e um triunfo, dois empates e um desaire em quatro jogos pelos leões, que levou ao título nacional na época passada.

Na primeira época ao mais alto nível, em 2019/20, Ruben Amorim bateu duas vezes Sérgio Conceição no curto espaço de nove dias: 2-1 em pleno Dragão, para o campeonato, em 17 de janeiro de 2020, e 1-0 na final da Taça da Liga, em 25.

O primeiro encontro, para a ronda 17 da I Liga, acabou com triunfo dos arsenalistas, que se impuseram no Porto com golos de Fransérgio e do agora leão Paulinho, contra um de Soares, que falhou uma grande penalidade, tal como Alex Telles.

Apenas oito dias depois, os dois conjuntos voltaram a encontrar-se, no Estádio Municipal de Braga, na altura no papel de campo neutro, e Amorim voltou a sorrir, agora graças a um golo de Ricardo Horta a acabar, aos 90+5 minutos, para ganhar a Taça da Liga.

Ainda em 2019/20, Ruben Amorim perderia o primeiro duelo face a Conceição ao comando do Sporting.

Na 32.ª ronda da I Liga 2019/20, em 25 de julho de 2020, um golo de Danilo, aos 64 minutos, e outro do maliano Marega, aos 90+1, valarem aos comandados de Sérgio Conceição um triunfo por 2-0 e o título nacional, a duas jornadas do fim.

Este desaire foi o único de Amorim face a Conceição, já que, na época passada, se registou um triunfo do Sporting, nas meias-finais da Taça da Liga, e duas igualdades, nos jogos a contar para o campeonato.

Em 17 de outubro de 2020, na primeira volta, o então campeão em título FC Porto parecia lançado para o triunfo, depois do colombiano Uribe (25 minutos) e do mexicano Corona (45) darem a volta ao tento inaugural de Nuno Santos (nove).

Os comandados de Ruben Amorim acabaram, no entanto, por conseguir restabelecer a igualdade, já aos 87 minutos, por intermédio do argentino Luciano Viettto, vendido pouco depois aos sauditas do Al-Hilal.

Já em 2021, em 19 de janeiro, em Leiria, os dois técnicos reencontraram-se nas meias-finais da Taça da Liga e, mais uma vez, Conceição parecia destinado a bater Amorim, quando, aos 79 minutos, Marega colocou os azuis e brancos em vantagem.

Na parte final, emergiu, porém, o suplente Jovane Cabral, que, lançado aos 77 minutos, ainda com o marcador em branco, deu a volta ao resultado com um bis, selado com tentos marcados aos 86 e já nos descontos, aos 90+4.

Menos de um mês depois, em 27 de fevereiro, disputou-se o jogo da segunda volta do campeonato, com o Sporting a chegar com 10 pontos de avanço ao Dragão e completamente embalado para arrebatar um título que lhe fugia desde 2001/02.

O encontro, da 21.ª jornada, terminou como começou, com uma igualdade a zero, que foi claramente favorável aos leões.

Amorim leva vantagem face a Conceição e, consequentemente, ao FC Porto, enquanto o técnico dos portistas tem um histórico desfavorável, mas muito pouco, face aos leões, com cinco vitórias, contra seis derrotas, mais 11 empates (19-27 em golos).

Desde que chegou ao Dragão, em 2017/18, Sérgio Conceição tem reduzido a desvantagem, sendo que, como treinador azul e branco, soma cinco vitórias, sete empates e apenas duas derrotas, com 15-11 em golos.

Em 14 embates pelo FC Porto, Conceição só perdeu – excluindo desempates por grandes penalidades – na segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal de 2017/18 (0-1 após prolongamento) e a época passada, nas meias-finais da Taça da Liga, já frente a Ruben Amorim.

Quanto aos embates por Olhanense (um), Académica (dois), Sporting de Braga (três) e Vitória de Guimarães (dois), nunca bateu o Sporting, somando quatro empates e outros tantos desaires, com 4-16 em golos.

O 23.º duelo de Sérgio Conceição com o Sporting e sétimo de Ruben Amorim com o FC Porto e o seu atual treinador está marcado para sábado, às 20:30, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, a contar para a quinta jornada da I Liga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + três =