Ricardo Soares: «Erro no golo sofrido nem na formação é admissível»

Ricardo Soares: «Erro no golo sofrido nem na formação é admissível»

O treinador do Gil Vicente, Ricardo Soares, após a derrota diante do Santa Clara por 1-0, a contar para a quarta jornada do campeonato:

«Sabíamos que íamos encontrar um jogo difícil, muito competitivo, também atendendo às condições climatéricas e ao estado do relvado, prevíamos este tipo de jogo. Começa o jogo tivemos uma oportunidade de golo, não fizemos, o jogo estava equilibrado e numa desatenção pagámos caro. É um erro que não podemos cometer, é um erro que nem na formação é admissível.

Na segunda parte, aí sim fomos mais equipa, naquilo que é a circulação e na posse. Fomos agressivos em corredor. Tirámos muito cruzamentos, mas aí o Santa Clara é forte no fecho de baliza e no jogo aéreo.

Encostámos o Santa Clara cá atrás e penso que o resultado é injusto, o mais justo seria um empate, do meu ponto de vista.

Se contabilizar as oportunidades de golo do Gil, uma é na cara do Marco, em que ele faz uma excelente defesa, e outra é o Fujimoto a três metros da baliza. Em condições normais faríamos o golo. Tivemos várias situações de cruzamento que faltou atacar melhor essa bola.»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =