O técnico do Brasil, Tite, bate o campo “inadmissível” após a última vitória da Copa

O técnico do Brasil, Tite, bate o campo “inadmissível” após a última vitória da Copa

O técnico do Brasil, Tite, acertou o campo “inadmissível” no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, apesar da polêmica vitória por 2 a 1 da Copa América sobre a Colômbia na quarta-feira. O Brasil de Tite foi forçado a recuperar de sua décima vitória consecutiva, precisando de um cabeceamento de Casemiro no último suspiro aos 10 minutos do período de descontos para garantir uma vitória dramática no meio da semana. O impressionante e acrobático voleio de Luis Diaz deu à Colômbia uma vantagem aos 10 minutos e o atual campeão, o Brasil, lutou para criar chances até o segundo tempo, com o substituto Roberto Firmino empatando a 12 minutos do fim do tempo regulamentar. A Colômbia ficou furiosa quando o golo do empate de Firmino aos 78 minutos veio depois que a bola desviou do árbitro Nestor Pitana durante a preparação – o árbitro permitiu que o jogo continuasse em vez de pedir uma bola ao ar, levando a protestos prolongados da Colômbia. 99:22 – o segundo gol do Brasil foi marcado em 99:22 – o último gol registrado aos 90 minutos em um jogo da Copa América desde que Vidal marcou contra a Bolívia em 2016 aos 99:48. Inversão de marcha. pic.twitter.com/33RTsYM8Wy – OptaJoao (@OptaJoao) 24 de junho de 2021 Gol de Casemiro aos 100 minutos – oficialmente cronometrado às 99:22, o último gol registrado aos 90 minutos na Copa América desde 2016, então selou a primeira posição para em – Formar o Brasil no Grupo B. O técnico do Brasil, Tite, mirou na superfície de jogo, alegando que isso “estragou todo o espetáculo” e dificultou o jogo de sua equipe. “Temos que entender o jogo dentro de um contexto”, disse Tite em sua entrevista coletiva. “Foi um campo que não vou chamar de horrível, mas muito ruim para jogar futebol, estraga todo o espetáculo. “Quem quer criar não pode. É inadmissível que atletas de duas equipas de alto nível, que jogam na Europa com uma relva de tão grande qualidade e um espectáculo melhor, maior, entrem e joguem num campo nestas condições. “A bola está rasgada. A fluência do jogo está prejudicada. Se eu pegar todos os jogadores do Brasil e pedir que comentem sobre isso, eles dirão quase a mesma coisa que eu. “Se queremos um grande espetáculo, temos que dar as condições. Estava muito danificado. É um dos aspectos que quero deixar claro. ” Tite, cujo Brasil teve uma série de seis jogos consecutivos sem sofrer golos, acrescentou: “Este jogo não é a característica do tradicional jogo Brasil contra Colômbia. Todos os outros jogos foram competitivos, mas eles tiveram mais jogo. “Jogamos sob pressão. E tocar sob pressão é difícil, logo você quer pegar o ritmo e não consegue ”. Aquela foto clássica no vestiário depois de mais uma vitória da # SeleçãoBrasileira na @CopaAmerica! #VibraOContinente: Lucas Figueiredo / CBF pic.twitter.com/A2psaPsDcU – CBF Futebol (@CBF_Futebol) 24 de junho de 2021 Tite foi direto no campo de jogo, embora se recusou a ser escolhido para o polêmico nivelador de sua equipe, que ocorreu após a bola desviou o árbitro Nestor Pitana, que optou por deixar o jogo continuar. Os jogadores da Colômbia protestaram contra a decisão com Pitana por vários minutos, depois que um gol foi marcado apesar de um cheque VAR. “Lamento o que vou dizer, mas a Pitana tem que ter cuidado”, disse Tite. “Ele tem que cuidar”.