Nacionais arrancam hoje, à distância

Nacionais arrancam hoje, à distância

Apenas 13 ciclistas disputam, esta sexta-feira, o Campeonato Nacional de contrarrelógio na categoria de elites, num percurso de 30,5 quilómetros em Vila Velha de Ródão na maioria plano.

João Almeida (DQT) e Nelson Oliveira (MOV), que dentro de pouco mais de um mês estarão nos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, e Rafael Reis (EFP), são os mais fortes candidatos ao pódio, com José Fernandes (W52), José Gonçalves (DKO), Ricardo Vilela (W52) e António Carvalho (EFP) a tentarem, numa segunda linha, contrariá-los.

Mas o que seria, à partida, excelente oportunidade de ver ao vivo e aplaudir os ciclistas portugueses que, de momento, mais cartas dão nas principais provas do ciclismo mundial, estará inevitavelmente condicionada pela situação de pandemia vivida no País, a qual impõe forte conjunto de medidas a cumprir por equipas, corredores e sobretudo espectadores, aos quais é aconselhado o acompanhamento da prova via redes sociais.

Além do indispensável e obrigatório uso de máscara por todos os intervenientes (os ciclistas só a podem retirar no aquecimento e na prova), as zonas delimitadas das partidas e chegadas estarão vedadas ao público e a comunicação social só pode contactar os participantes na área das equipas, conferências de imprensa e zona mista, devendo ser evitados cumprimentos de todo o tipo.

Leia a notícia na íntegra na edição impressa ou digital de A BOLA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 14 =