Miguel Monteiro reage ao bronze nos Paralímpicos: «Esperava fazer melhor»

Miguel Monteiro reage ao bronze nos Paralímpicos: «Esperava fazer melhor»

O atleta português Miguel Monteiro mostrou-se hoje satisfeito com a conquista da medalha de bronze no lançamento do peso F40, nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020, mas admitiu que «esperava fazer uma marca melhor».

«Claro que esperava fazer melhor marca, foi para isso que trabalhámos, de qualquer forma foi uma medalha paralímpica, um bronze», disse o atleta, que partiu para a final como recordista do mundo, com 11,01 metros, e viu a sua marca ser batida três vezes.

Miguel Monteiro, atleta de baixa estatura, considerou que a competição «está com a fasquia muito elevada» e acrescentou: «Estamos todos cada vez melhor, hoje não saiu a marca que perspetivava, mas sairá um dia destes.»

O atleta de Mangualde alcançou o bronze com um lançamento a 10,76, ficando atrás de Denis Gnezdilov, do Comité Paralímpico da Rússia, que conquistou o ouro, com 11,16 e recorde do mundo, e do iraquiano Garrah Tnaiash, que foi prata, com um lançamento a 11,15.

«Sabia que o russo e o iraquiano, apesar de não terem marca este ano, estavam preparados para a prova», afirmou Miguel Monteiro, que foi quinto nos Jogos Rio2016 e é o atual campeão europeu.

O atleta português foi entretanto felicitado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pelo primeiro-ministro António Costa e pelo ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

sete − 5 =