Marítimo: relvado interditado após nova nota negativa

Marítimo: relvado interditado após nova nota negativa

O relvado do estádio dos Barreiros ficou automaticamente interditado depois de ter recebido nova nota negativa.

O Manual de Licenciamento da Liga refere que «no caso de um relvado ser avaliado por duas vezes, numa sequência de três jogos, com a nota de 2 valores, ou uma vez com a nota de 1 valor, fique imediata e preventivamente interdito para qualquer uso, até à realização de uma vistoria».

Na ficha de jogo do Marítimo-FC Porto, deste domingo, o relvado surge com uma nota de 1,67, a segunda nota negativa, em jogos de campeonato, depois de a receção ao Sp. Braga ter recebido 2,06.

Esta classificação é definida através de avaliação de árbitro, delegado da Liga e dos responsáveis no Match Center.

Assim, e conforme indica o manual, haverá agora lugar a uma vistoria, por parte de uma Comissão Téncica, o que vai acontecer esta terça-feira. Essa vistoria «determinará as medida a adotar» pelo Marítimo, neste caso, «para assegurar a recuperação do relvado para condições condizentes com, pelo menos, a avaliação de 3 valores».

A Comissão Técnica pode, depois, recomendar várias medidas, cumulativas ou não: «interdição do uso do relvado para treinos, interdição do uso do relvado em jogos de qualquer competição, suspensão da autorização de utilização do recinto desportivo no âmbito das competições profissionais, cessação da autorização do recinto desportivo no âmbito das competições profissionais».

Desde início da época, os clubes podem indicar um estádio secundário, como alternativa, caso aquele que queiram utilizar não esteja de acordo com as condições regulamentares da Liga. O Marítimo, que ainda será notificado pela Liga, não indicou, até à data, qualquer recinto alternativo, embora o possa ainda fazer. Caso seja necessário, é preciso que esse estádio cumpra os requisitos para a I Liga, ou seja, não só a questão relacionada com o relvado, mas também com outras, como por exemplo iluminação e condições para o VAR.

A Liga tem desde início de temporada o estádio de Leiria aprovado e designado como alternativa, caso os clubes não encontrem alternativa própria.

O comunicado da Liga emitido esta tarde: Segunda nota negativa consecutiva interdita Estádio do Marítimo M.

Em conformidade com o estabelecido no Manual de Licenciamento das Competições para a época 2021-22, o Marítimo M. foi hoje notificado da interdição preventiva do seu relvado para qualquer tipo de utilização – incluindo realização de treinos e jogos oficiais – depois do mesmo ter sido pontuado com a segunda nota 2 consecutiva no jogo contra FC Porto, tal como já havia ocorrido no encontro da 1ª jornada entre o Maritimo M. vs SC Braga, tendo sido notificado o clube do Funchal, no passado dia 8 de Agosto, para o risco de interdição, caso o relvado não fosse intervencionado e apresentasse melhoria efetiva, o que não ocorreu apesar do Plano apresentado pelo Clube para a sua recuperação.

Seguindo os tramites previstos no referido manual, foi agendada, para amanhã, uma visita da Comissão Técnica de Vistorias (CTV) ao recinto.

Será a CTV, após a interdição preventiva já decretada, a recomendar à Direção da Liga as medidas administrativas a ser aplicadas, sendo ainda da competência desta Comissão a avaliação positiva para que a interdição possa ser levantada.

[artigo atualizado às 17h33]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =