Itália 3-0 Suíça: Dois gols de Locatelli mandam os homens de Mancini passar

Itália 3-0 Suíça: Dois gols de Locatelli mandam os homens de Mancini passar

A Itália se tornou o primeiro time a chegar à fase de mata-mata do Euro 2020 depois que Manuel Locatelli marcou duas vezes na vitória de 3 a 0 sobre a Suíça no Grupo A. Locatelli marcou o 29º gol da Itália sem resposta, colocando-os à frente no Stadio Olimpico, onde a Suíça falhou para acertar um tiro no alvo nos primeiros 45 minutos. O meio-campista do Sassuolo marcou novamente no início do segundo tempo e Ciro Immobile acrescentou o terceiro para garantir que o placar refletisse seu domínio em uma noite em que os comandados de Roberto Mancini mostraram que a vitória por 3 a 0 sobre a Turquia no jogo de abertura não foi um flash no pan. A Suíça deve derrotar a Turquia no último jogo do grupo para manter a esperança de terminar entre os dois primeiros do Grupo A, enquanto a Itália pode dar descanso aos jogadores quando enfrentar o País de Gales. 2 – Manuel Locatelli é o terceiro jogador a marcar dois gols para a Itália em uma partida do Campeonato Europeu: Pierluigi Casiraghi – Rússia (EURO 1996)Mario Balotelli v Alemanha (EURO 2012) Manuel Locatelli v Suíça (# EURO2020) Emoção. # ItáliaSuíça #ITA pic.twitter.com/ydJHFdHhbo – OptaPaolo (@OptaPaolo) 16 de junho de 2021 Giorgio Chiellini tinha a bola na rede aos 18 minutos, mas seu chute à queima-roupa foi cancelado aposentado para o handebol após uma revisão do VAR, antes que o veterano zagueiro deixasse o campo com uma lesão no tendão da coxa. A Itália merecidamente assumiu a liderança aos 25 minutos, quando Jorginho liberou Domenico Berardi pela direita e cruzou para Locatelli marcar com uma finalização rasteira de seis metros. Decorria apenas seis minutos do segundo tempo, Locatelli voltou a marcar, aproveitando o passe de Nicola Barella na entrada da grande área suíça, antes de disparar de pé esquerdo para a baliza. Gianluigi Donnarumma fez uma forte defesa rasteira para evitar que Steven Zuber marcasse com um remate à queima-roupa no que provou ser o mais próximo que a Suíça chegaria de encontrar a baliza. Faltando um minuto para o fim, Immobile marcou de fora da área com um poderoso chute de pé direito, tornando-se o primeiro jogador a marcar nos dois primeiros jogos da Itália em um grande torneio desde Christian Vieri na Copa do Mundo de 2002. O que isso significa? Itália impenetrável, mesmo sem Chiellini A Itália passou 965 minutos sem sofrer nenhum gol, e está construindo uma campanha formidável nas finais com as bases mais firmes da Euro 2020. Francesco Acerbi representou um substituto perfeito para Chiellini, que agora pode ter um fôlego pela frente da fase eliminatória enquanto ele se recupera de uma lesão. Locatelli na dobradinha A Itália provou que é uma equipe com gols, já que Locatelli se tornou o terceiro jogador a marcar dois gols na Eurocopa, depois de Mario Balotelli contra a Alemanha em 2012 e Pierluigi Casiraghi contra a Rússia em 1996. Locatelli é o primeiro jogador a marcar de fora a caixa para a Itália na Euro desde que Andrea Pirlo fez isso contra a Croácia em 2012. A luta de Seferovic continua Haris Seferovic agora fez seis partidas no Campeonato Europeu, mas ainda não marcou e não conseguiu somar 13 chutes no torneio antes de ser substituído por Mario Gavranovic no início do segundo tempo. Principais fatos sobre a oportunidade – A Itália está invicta nas últimas 58 partidas oficiais disputadas em casa. A última derrota foi em setembro de 1999 contra a Dinamarca, nas eliminatórias do Campeonato Europeu em Nápoles, vencendo 45 e empatando 13 partidas desde então. – A Suíça perdeu uma partida do Euro pela primeira vez desde seu segundo jogo na fase de grupos, contra a Turquia, em 2008, com a derrota para a Itália encerrando uma série de seis sem derrotas. – A Itália não sofreu golos nos últimos 10 jogos em todas as competições, ficando 965 minutos sem sofrer desde o gol de Donny van de Beek pela Holanda em outubro passado. – A Suíça não venceu em nove partidas contra a Itália em todas as competições (D4 L5) desde que a venceu em Berna, em maio de 1993. O que vem a seguir? A Itália está de volta ao Stadio Olimpico no domingo para enfrentar o País de Gales, enquanto a Suíça viaja a Baku para enfrentar a Turquia na última partida do Grupo A.