Figura do dia: o ‘agente do FBI’ que descobriu o rasto para os oitavos

Figura do dia: o ‘agente do FBI’ que descobriu o rasto para os oitavos

Manuel Locatelli foi a grande figura de Itália na vitória por 3-0 sobre a Suíça, marcando os dois primeiros golos do triunfo que garantiu o apuramento de Itália para os oitavos de final do Euro 2020.

E tendo em conta que a equipa de Roberto Mancini foi a primeira a garantir a segunda fase da prova, é justo dizer que o médio de 23 anos do Sassuolo descobriu o rasto para os oitavos de final.

Mesmo que o jovem Locatelli não dê grande valor à utilização desta expressão, apostamos que o pequeno Manuel iria ficar orgulhoso dela.

É que em criança, Manuel Locatelli sonhava ser detetive privado e até tinha uma mala que dizia: ‘Manuel Locatelli, agente do FBI’.

«A minha família ainda goza comigo por causa disso», revelou, ele que era um fã da série «Crime, disse ela» («La Signora in Giallo», em italiano).

Formado no Milan, começou a despertar a atenção dos adeptos ainda antes da estreia pela equipa principal, quanto Silvio Berlusconi, antigo presidente do Milan (e primeiro-ministro italiano), o descreveu como «um miúdo incrível e, provavelmente, um grande regista».

Agora, depois de uma época de grande nível no Sassuolo, clube pelo qual assinou em 2018, Locatelli brilhou com a camisola da seleção e ajudou a garantir o apuramento para a próxima fase.

Este texto foi baseado no perfil de Locatelli que pode ler no dossier dedicado à seleção de Itália, um dos vários conteúdos publicados no âmbito da Guardian Experts’ Network, a rede de meios de comunicação que tem o Maisfutebol como representante português, para partilha de informação relativa ao Euro 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =