FIFA liberta brasileiros para a Premier League

FIFA liberta brasileiros para a Premier League

A FIFA libertou os jogadores convocados por Brasil, Chile, México e Paraguai durante a última data internacional de seleções para poderem jogar na Premier League este fim de semana.

Na passada quarta-feira a FIFA, na sequência de um pedido da Confederação Brasileira de Futebol, invocou o Artigo 5 para impedir os clubes da Premier League de utilizar jogadores que havia recusado libertar para representar as seleções na última série de jogos internacionais.

Recorde-se que os clubes da Premier League concordaram unanimemente no mês passado em não libertar jogadores para jogos de países na lista vermelha de Covid-19 do governo do Reino Unido.

No entanto e após extensas negociações com a FIFA, Federação Inglesa de Futebol (FA), a Premier League e as federações nacionais de Brasil, Chile, México e Paraguai concordaram em renunciar à restrição automática de cinco dias que tinham a opção de impor.

A resolução foi alcançada esta sexta-feira à noite, cerca de 12 horas antes do início dos jogos deste fim de semana.

Desta forma, o Liverpool estaria impedido de fazer alinhar Alisson, Fabinho e Roberto Firmino no jogo de domingo com o Leeds United, que, por sua vez, também não poderá utilizar Raphinha.

O Manchester United também não poderia contar com o médio Fred no jogo com o Newcastle, mas também frente ao Young Boys da primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Aconteceria o mesmo com Ederson e Gabriel Jesus no Manchester City (defronta este sábado o Leicester), tal como Thiago Silva impedido de ser opção no Chelsea para os jogos com o Aston Villa e Zenit.

Raul Jimenez (México/Wolves), Miguel Almiron (Paraguai/Newcastle) e Francisco Sierralta (Watford/Chile) também podem jogar. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =