«Este jogo fez-me lembrar um passado bonito que eu tive no Benfica»

«Este jogo fez-me lembrar um passado bonito que eu tive no Benfica»

Jorge Jesus, treinador do Benfica, em declarações no final do empate (0-0) em Eindhoven, frente ao PSV, que apurou a equipa encarnada para a fase de grupos da Champions:

«O Benfica tem qualidade, tem marca e no jogo de hoje justificou essa qualidade. Este jogo fez-me lembrar a meia-final da Liga Europa com a Juventus, com menos um jogador, e fez-me lembrar um passado bonito que eu tive no Benfica.

Este jogo faz alimentar a confiança, mas também a crença dos nossos adeptos. As grandes equipas têm de estar nos grandes patamares e o Benfica justifica estar na Champions, que é o maior patamar de competição de clubes.

As equipas holandesas, na minha opinião, são muito fortes do ponto de vista técnico e tático, sobretudo ofensivamente. Esta equipa do PSV é das mais fortes dos adversários holandeses que eu já defrontei. É muito bem trabalhada, tem um excelente treinador, que eu bem conheço, e o Benfica para sair daqui vencedor tinha de ser muito forte.

A expulsão obrigou-nos a ser ainda mais fortes defensivamente e a estrutura do futebol do Benfica merece, pelo trabalho que tem feito no último ano e meio, estar no palco da Liga dos Campeões.

Se o Vlachodimos foi o jogador mais importante na eliminatória? Nos dois jogos o Benfica foi uma equipa muito forte coletivamente. Foram dois jogos distintos, hoje a expulsão obrigou-nos a trabalhar mais a nossa organização defensiva, e nesse aspeto toda a equipa esteve muito bem, incluindo o Vlachodimos.»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + quinze =