Cromo do dia: «fugiu» da lua-de-mel devido ao… escândalo FIFA

Cromo do dia: «fugiu» da lua-de-mel devido ao… escândalo FIFA

Há momentos em que basta estar no sítio certo à hora certa para ser-se feliz. Mas também acontece o contrário.

É o caso de Steven Zuber, médio da seleção suíça que foi, inocentemente, apanhado no olho do furacão do escândalo de corrupção da FIFA um dia depois de ter dado o nó.

Isto porque numa operação realizada ao nascer do dia, em dezembro de 2015, a polícia deteve uma série de diretores da FIFA, iniciando a derrocada do presidente Sepp Blatter.

Mais tarde, nessa manhã, Zuber e a sua noiva, a antiga Miss Suíça Marjana Vasovic tiveram de sair pela porta dos fundos desse mesmo hotel, onde se casaram na véspera.

Não foi a primeira vez que o jogador teve de lidar com atenção indesejada: aos 20 anos, estava a caminho do serviço militar quando sofreu um acidente na estrada e o seu Audi capotou e acabou virado de rodas para o ar no meio do tráfego. Zuber, então no Grasshopper, saiu ileso.

O jogador teria notícias mais felizes no Mundial de 2018, quando um cabeceamento seu valeu aos suíços o empate a uma bola contra o Brasil.

Este texto foi baseado no perfil de Steven Zuber que pode ler no dossier dedicado à seleção da Suíça, um dos vários conteúdos publicados no âmbito da Guardian Experts’ Network, a rede de meios de comunicação que tem o Maisfutebol como representante português, para partilha de informação relativa ao Euro 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − oito =