Brasil 2-1 Colômbia: Seleção conquista a primeira posição com vitória aos 100 minutos em meio a polêmica

Brasil 2-1 Colômbia: Seleção conquista a primeira posição com vitória aos 100 minutos em meio a polêmica

O atual campeão, o Brasil, garantiu o primeiro lugar no Grupo B de maneira dramática, garantindo uma vitória por 2 a 1 no último suspiro sobre a Colômbia, enquanto a polêmica marcava o confronto da Copa América. A Colômbia ficou furiosa quando o gol de empate do substituto brasileiro Roberto Firmino aos 78 minutos veio depois que a bola desviou do árbitro Nestor Pitana no ataque – o árbitro permitiu que o jogo continuasse ao invés de pedir uma bola suspensa, levando a protestos prolongados da Colômbia. O Brasil aumentou as frustrações da Colômbia depois que Casemiro marcou aos 10 minutos dos acréscimos, quando a Seleção ampliou sua sequência de vitórias para 10 jogos na quarta-feira. A Colômbia mantinha a vantagem de 1 a 0 após o espetacular voleio de Luis Diaz aos 10 minutos, encerrando a série de seis jogos do Brasil sem sofrer nenhum gol. CORRE PRO ABRAÇO! Após empatar o jogo, Firmino comemora com os companheiros do! #VibraOContinente # CopaAmérica pic.twitter.com/P0QvWo547J – Copa América (@CopaAmerica) 24 de junho de 2021 A Colômbia de Reinaldo Rueda assumiu a liderança de forma estonteante, quando Juan Cuadrado bateu em um cruzou do flanco direito, encontrando um Diaz não marcado – que disparou para casa um voleio de bicicleta sensacional no poste de trás no Rio de Janeiro. O Brasil, que entrou em jogo com mais gols marcados (sete) e com mais chutes a gol por jogo (oito) do que qualquer outro time na Copa América deste ano, lutou para criar chances nos primeiros 45 minutos. Neymar farejou pela primeira vez aos 55 minutos, de uma bola direta que acertou mansamente no alvo, enquanto chutou ao lado de fora da área pouco depois. Aos 66 minutos, o substituto Firmino fez um passe inteligente para Neymar contornar o goleiro David Ospina, mas acertou a trave de canto. O Brasil encontrou o empate a 12 minutos do fim, embora tenha sido polêmico depois que a bola atingiu o árbitro na preparação, com o jogo permitido continuar, ao invés de uma bola ao ar. A Selecao de Tite empurrou imediatamente a bola ao lado para substituir Renan Lodi, cujo cruzamento foi desviado por Firmino, mas Ospina não conseguiu evitar que o passe rastejasse por baixo dele. Praticamente no último chute do jogo, um Casemiro desmarcado cabeceou no canto de Neymar no próximo poste, gerando comemorações em massa. O que isto significa? Brasil conquistou a primeira posição A vitória confirmou que o Brasil chegará às quartas-de-final como vencedor do grupo, ao mesmo tempo em que preservou seu recorde de 100 por cento na Copa. A Seleção – que já havia se classificado para as oitavas de final – estendeu a série de vitórias para 10 jogos. Dado o empate entre Equador e Peru na quarta-feira, evitar uma derrota pesada significa que a Colômbia está em segundo lugar e com a garantia de uma vaga nas quartas de final com sua fase de grupos concluída, terminando com quatro pontos, mas ainda pode terminar em quarto lugar no Grupo B Sem tempo ou espaço para Neymar O Brasil teve 69,2 por cento de posse de bola e mais do que o dobro do número de passes que a Colômbia, com Neymar no centro de seu jogo de ataque. A estrela do Paris Saint-Germain atraiu muita atenção da Colômbia durante a partida, mas se destacou no segundo tempo, criando algumas oportunidades e acertando o escanteio para a vitória tardia de Casemiro. Neymar finalizou com uma cesta de cinco chutes e uma assistência. Sem sofrer golos no Brasil, derrota de Tite. O Brasil não sofria golos desde outubro de 2020, antes do vôlei acrobático de Diaz. A Seleção teve seis fichas limpas consecutivas, totalizando 580 minutos, quase 10 horas, sem despachar um gol. Qual é o próximo? O Brasil completa a fase de grupos contra o Equador, em Goiânia, no domingo. A Colômbia vai esperar para saber seu destino na Copa, depois de já ter disputado seus quatro jogos.